Quem sou eu

Minha foto
Agrônomo, com interesses em música e política

quinta-feira, 16 de maio de 2019

UMA LEI PARA A HISTÓRIA - Simone Veil

Por Marvioli

Tomei conhecimento do livro através de indicação da revista Continente, pernambucana, dedicada a cultura.

"Uma lei para a História, a legalização do aborto na França" de Simone Veil.

"Em novembro de 1974, Simone Veil, então ministra da saúde, discursou na Assembleia Nacional Francesa, defendendo projeto de lei que legalizava o aborto, que naquela época obrigava cerca de 300 mil mulheres a procurarem saídas clandestinas, humilhantes e perigosas para interromper a gravidez indesejada."

"enfrentando com firmeza uma oposição virulenta, Simone Veil garantiu esse importante direito às mulheres na França."

"Após cerca de 25 horas de intenso debate,com intervenção de 74 oradores, a lei que autoriza o aborto é aprovada pela Assembleia francesa, no dia 29 de novembro de 1974, por 284 votos contra 189."

No senado a votação foi mais tranquila, 184 votos a favor e 90 contra.


O discurso de Simone na Assembleia Nacional Francesa é uma beleza de conteúdo, convencimento e tática.

"Eu sabia - até mesmo pela correspondência recebida - que os ataque seriam vigorosos, já que o tema contrariava convicções filosóficas e religiosas sinceras. Mas eu não imaginava o ódio que suscitaria, a monstruosidade do discurso de certos parlamentares, nem sua grosseria contra mim. Uma linguagem de caserna. Pois, ao que parece, ao abordar esse tipo de teme, e diante de uma mulher, certos homens lançam mão espontaneamente de um discurso saturado de machismo e vulgaridade."

"As deputadas eram bem poucas! E nem todas foram favoráveis à lei. Mas nenhuma lançou mão de palavras duras. E me lembro do apoio corajoso de Hélène Missoffe, mãe de oito filhos, e igualmente exposta, no meio da Assembleia, a discursos desagradáveis."

Os achados que me trouxe o livro.

"Eleito, Valéry Giscard d'Estaing se pronuncia claramente a favor de uma liberalização do aborto, chega a empenhar toda a sua autoridade e impõe a reforma a seu primeiro-ministro Jacques Chirac, que é hostil a ela."

Simone é convidada para o Ministério da Saúde e o projeto é elaborado por este ministério.

Lembremos que o governo Giscard d'Estaing e de seu primeiro-ministro Jacques Chirac, era um governo conservador, digamos de centro-direita.

Simone, politicamente,  também se aninhava, neste espectro.

Nascida em 1927, judia, viveu em campo de concentração, feminista. Foi fundamental na aprovação da lei em 1974.

E termina assim seu discurso:

"Não faço parte dessas pessoas que temem o futuro. As  novas gerações nos surpreendem, às vezes, por serem tão diferentes de nós; nós mesmo as educamos de maneira distinta da que fomos educados. Mas essa juventude é corajosa, tão capaz quanto as outras de entusiasmo e sacrifício. Saibamos confiar nela para conservar à vida seu valor supremo."



Serviço:

UMA LEI PARA A HISTÓRIA a legalização do aborto na França
Simone Veil
Ed. Bazar do Tempo
Preço R$ 35,00










terça-feira, 5 de março de 2019

ANTES QUE A QUARTA, A INGRATA, CHEGUE.

por Mavioli

Contém glúten, Contém lactose, Contém açúcar.
Com as devidas advertências vamos ao que interessa.


Gosto de carnaval, de blocos de pré e de carnaval.
Prefiro os blocos não conceituais, aqueles que têm uma banda com um naipe de metais, caixa e surdo, e que sai pelas ruas.
Mas também gosto dos que são, como os descritos acima, mas tem um nome e um estandarte.

Os conceituais também tem seu valor. Nem todos.

Prefiro os que tocam e cantam marchinhas, frevos, sambas de enredo e sambas de carnaval.
Mas também gosto de alguns moderninhos. Tipo ”Eu falei Faraó!”
Tenho "um certo" abuso pelos chamados bloquinhos. Bloquinho é bloco, ponto.

E, aqui vão minhas impressões sobre o Carnaval da Resistência, desde ano da graça de 2019.

Pra meio de conversa, gostei, não tenho ideia dos motivos, das paródias que surgiram nas ruas e praças:

"AI, AI,  AI AI AI
 BOLSO... É O CARAÍ."

"DOUTOR
EU NÃO ME ENGANO
O BOLSO...  É MILICIANO"

"LULA LIVRE, LULA LIVRE, LULA LIVRE!"

-O-O-O-O-O-O-O-O-O-O-O-O-O-O-O-O-O-O-O-O-O-O-O-O-O-O-O-O-

FORTALEZA - MELHORES DO CARNAVAL DE 2019

  • MELHOR BLOCO QUE NÃO SAI NO CARNAVAL: Concentra Mas não Sai.
  • MELHORES BATERIAS QUE NÃO SAEM NO CARNAVAL: 
  1. Baqueta Club de Ritmistas – por Gugu;
  2. Unidos da Cachorra – por Leonardo;
  3. Camaleões do Vila - por Tiago.
  • MELHOR BLOCO QUE NÃO SE ARRASTA, NEM NO PRÉ E NEM NO CARNAVAL:        Luxo da Aldeia

  • MELHOR BLOCO QUE SE ARRASTA NO PRÉ E NO CARNAVAL:  
                                                        É só isso mesmo.


  • MELHOR MÚSICA DE BLOCO: É isso mesmo/ É isso mesmo/ É SÓ isso mesmo / É só isso mesmo. 
Música coletiva, com cerca de 320 autores e autoras. Supera e muito os quintetos e sextetos de compositores (os escritórios de samba) que fazem os samba de enredo das “ixcolasss”  do Rio.

  • NO QUESITO FANTASIA, dois destaques:
1. Momento Cultural


- levar O filho do Homem, de René Magritte pras avenidas e praças e ter que explicar várias vezes que diabo era aquilo, não deve ter sido fácil ao folião Rafa Barreira.

2. Momento Fortaleza Moderna


  • MELHOR BLOCO MERCHAN – Bloco geração Coca-Cola.  (autoexplicativo)
  • MELHOR BLOCO GENTE JOVXM, QUE NÃO SAIU NO CARNAVAL – 
                                                     Pra quem costa é bom.

  • MELHOR BLOCO TOTALMENTE INDEPENDENTE – Bloco Solto na Buraqueira. 

“O arquiteto Artur Costa é um dos organizadores. Ele destaca que o bloco "é totalmente independente", destacando a falta de patrocínio. O bloco contou com a ajuda dos foliões, passando um cofrinho na rua para quem quisesse colaborar com o evento. Alguns dos organizadores do Solto na Buraqueira participavam do tradicional Sanatório Geral, que encerrou as atividades em 2016.”


  • NOVIDADE, DE RUA, DE ARRASTO, NÃO INDEPENDENTE – 
                                                  Bloco do Abaeterça de Rua


Sob o comando musical de Alan Morais, em parceria com o bar Abaéte, é parente próximo do Solto na Buraqueira.

"Os dois filhos do Bloco Sanatório Geral: o Abaeterça de rua! É carnavaaaaal! e o Solto na Buraqueira! Bons demais!!! " comemora o folião.

  • MELHOR BLOCO DE BAIRRO: Bloco Cachorra Magra

Sob o comando de Fernando César, o Cachorra Magra faz a festa na rua desde 1999.


  • MELHOR FEIJOADA DE CARNAVAL: Feijoada da Liseira



“ A mais de uma década a feijoada” é organizada por Nicolau Boussons. Nicolau consegue fazer o que é necessário junta na folia o centro, passando pelxs descoladxs e  a esquerda. Uma frente ampla da folia.

  • MELHOR EVENTO INFANTO  - JUVENIL - ADULTO – Um trem para o Luxo





  • MELHOR BAR DE DOMINGO DE CARNAVAL – SERPENTINA BAR E CULTURA

  • PERSONALIDADES:
  1. Folião, organizador, diretor de blocos : AMÉRICO SOUZA
  2. Foliões do carnaval de Olinda: ROBERTO FÉLIX E LUCAS BARROS
  3. Foliã e folião do pré de Fortaleza e do carnaval de Salvador : GLÍCIA PONTES E AURIMAR ALBUQUERQUE
  4. Personalidade do Carnaval - JÚNIOR DA CUÍCA, o homenageado deste ano do Bloco Concentra Mas Não Sai

E LAST BUT NOT LEAST - minha homenagem as pets e aos pets.

Praça da Gentilândia dia 5/3/19